• Super Sequência

    17/01/2018

  • Sertanejo Aleatório

    17/01/2018

  • Gilson Prates

    17/01/2018

  • Elielton Silva

    17/01/2018

  • Jonas Francisco

    17/01/2018

  • Agnaldo Pereira

    17/01/2018

  • Felicíssimo Tiago

    17/01/2018

    Rádio Rio Pardo FM

    Obrigado por ouvir a 87.9 MHz

    É diferente! É legal... É Rio Pardo no rádio

    O seu começo de noite sempre bem informado. Notas, avisos, entrevistas, além de um mix do mundo sertanejo, tudo em um lugar
  • A Voz do Brasil

    17/01/2018

  • Super Sequência

    17/01/2018

  • Seleção Romanticas

    17/01/2018

A Avenida Beira Rio, suas histórias e fatos nas lentes do fotógrafo Felicíssimo Tiago

Em meio as rodas do carro de boi as margens de um belo rio, nos idos anos 80, da trilha estreita para uma avenida espaçosa que se tornaria um dos cartões postais da cidade baixa, começa a história da Avenida Beira Rio.

Em 1989, na gestão do ex-prefeito Edson Paulino, dava-se inicio a obra com a desapropriação de cerca de 72 quintais, com objetivo de buscar simetria e estética no traçado da avenida, que nestas alturas já acolhia o carnaval rio-pardense como um dos melhores do norte de minas, aos olhos dos turistas que se encantavam com o encontro dos rios de águas parda e preta, bons tempos aqueles; seguiu-se a terraplanagem de 800 metros de extensão, do Posto Pinheiro, passando pela antiga “pinguela” que dava acesso a comunidade Sobrado, em seguida pelo Sadonono, encontro do rio pardo com o rio preto até a Ponte que dá acesso a galeria do pedágio.

O sonho de ter uma avenida bonita continua, no final dos anos 90, na gestão do ex-prefeito Orlando Santana Afonso, dá-se inicio a arborização das margens do rio que corre em paralelo a avenida, aqui se destaca os trabalhos de um pessoa perseverante, o técnico agrícola Geraldo Raimundo Pinheiro, o popular “Balança”, que lança as primeiras mudas e sementes, de hoje frondosos Jenipapeiros e outras mais.

Em meados de 2007, na gestão do ex-prefeito Antônio Pinheiro da Cruz, como complementação do asfaltamento que liga a cidade de Taiobeiras a Rio Pardo, a avenida finalmente é asfaltada, e a "pinguela" é substituída pela ponte.

Já em 2016, Jovelino Pinheiro Costa, prefeito na época, busca parcerias e através do apoio do CODEMA – Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental e da GERDAU, executa obras com fim de continuar o embelezamento da avenida, com iluminação, construção do passeio e sinalização asfáltica, estabelecendo mais um marco na história da Avenida Beira Rio.